Pomadas cicatrizantes: conheça os 6 principais tipos e seus benefícios

pomadas cicatrizantes

Procedimentos estéticos, tatuagem, cirurgias, cortes ou queimaduras. Durante a vida, submetemos nossos corpos a traumas e mudanças que, muitas vezes, ficam marcadas em nossas peles e podem incomodar pelo aspecto, tamanho ou coloração. Na tentativa de amenizar esses sinais, as pomadas cicatrizantes surgem como opções eficientes de preparos farmacêuticos.

Você conhece os melhores medicamentos cicatrizantes? Sabe qual é a sua finalidade? Se a resposta for não, esse artigo vai auxiliá-lo a não errar na momento da escolha!

Pomadas cicatrizantes e seus benefícios

1 – Nebacetin

Talvez a mais conhecida da lista, a Nebacetin é usada para eliminar bactérias e cicatrizar pequenas queimaduras e tatuagens. Composta por bacitracina zíncica e neomicina, ela age rapidamente em pequenos ferimentos e cicatrizes, e a ação pode ser percebida rapidamente, em média entre 2 e 3 dias.

Indicada para: cortes superficiais, tatuagem, acne e pequenas queimaduras.

2 – Cicatricure

Composta por ingredientes naturais como a babosa, óleo de bergamota e camomila, o gel combate às mais variadas cicatrizes e auxilia na melhora gradual da aparência dessas marcas.

Cientificamente testado e aprovado, o gel vem sendo apontado como um coringa, principalmente, para os fins estéticos.

Indicada para: estrias, acne e queimaduras.

3 – Fibrase

A consistência oleosa dessa pomada já diz qual é a sua finalidade: ajudar na cicatrização de queimaduras.

Composto por desoxirribonuclease, fibrinolisina e cloranfenicol, o medicamento é usado em lesões superficiais da pele e feridas. Ele acelera a destruição das células agredidas pela infecção e impede que as bactérias se proliferem na região.

Indicada para: queimaduras, acne e tatuagens

4 – Bepantol

Conhecida por seu uso hidratante nas unhas, pele e cabelo, a Bepantol vem ganhando cada vez mais espaço quando o assunto são as pomadas cicatrizantes.

Na fórmula, o dexpantenol – que em parceria com os compostos hidrantes como óleo de amêndoas e cera de abelha –  auxilia na recuperação da pele em queimaduras e tatuagens, assim como é eficaz para cortes leves e assaduras.

Sua principal função é impedir que a derme perca água, evitando, assim, o ressecamento e a descamação.

Indicada para: queimaduras, tatuagens e estrias.

5 – Novacort

Vendida em gel, a Novacort possui corticoides e solução antialérgica (dipropionato de betametasona, neomicina e cetoconazol). Por isso, é uma das pomadas mais indicadas para as doenças de pele que necessitam de ação anti-inflamatória, antimicótica e antibacteriana.

Indicada para: dermatite atópica, dermatite seborreica, intertrigo, dermatite de contato, disidrose e neurodermatites.

6 – Contractubex

Quando o assunto são as pomadas pós-cirúrgicas, a Contractubex tem espaço especial nas farmácias do país. Além da cicatrização, ela também auxilia na prevenção de queloides e cicatrizes hipertróficas.

No composto há heparina, alantoína e cepalin, que atuam como anti-inflamatório, antibacteriano e antialérgico.

Indicada para: pós-cirurgia.

Vale lembrar que as pomadas cicatrizantes não devem ser usadas sem indicação médica, por mulheres grávidas ou pessoas com pele sensível. Além disso, não são recomendadas para pessoas que apresentam alergia a qualquer um dos compostos da droga. Algumas delas são vendidas somente ante a apresentação da receita. O ideal é que todos os indivíduos busquem orientação médica.

Agora que você já sabe quais pomadas usar após os procedimentos cirúrgicos, clique abaixo e baixe nosso material completo sobre cirurgia plástica:

eBook Cirurgia Plástica

Share: