Preenchimento labial: todo mundo pode fazer?

preenchimento labial

No universo que envolve a cirurgia plástica e todos os procedimentos estéticos, existe um que emana polêmica, dúvida e desconfiança por boa parte das pessoas: estamos falando do preenchimento labial!

Queridinho de muitas famosas no Brasil e no mundo, o procedimento muitas vezes é feito de maneira exagerada, dando uma aparência pouco natural a pessoa e, por isso, gera controvérsias entre a população comum.

Para tirar todas as suas dúvidas quanto à realização do preenchimento labial e para te dar algumas dicas e orientações, preparamos este artigo, que vai indicar se você pode ou não aderir ao procedimento.

Vamos entender mais sobre o procedimento estético do momento?

O que é o preenchimento labial?

O preenchimento labial é um método que visa dar ou devolver volume e contornos para os lábios de homens e mulheres. O procedimento é realizado através da injeção de ácido hialurônico e colágeno que atuam atraindo moléculas de água e estimulando a produção natural de colágeno na região.

Ter os lábios carnudos e bem contornados como os da atriz Angelina Jolie é o desejo de muitas mulheres ao redor do mundo, por isso, o número de adeptas ao preenchimento labial aumenta consideravelmente a cada ano.

Só no Brasil, segundo a SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica) houve um crescente de mais de 300% na procura por métodos menos invasivos de procedimentos estéticos – como o preenchimento com ácido hialurônico e o botox – nos últimos 2 anos.

Em apenas uma sessão, geralmente, já é atingindo o efeito desejado, porém, para quem ainda desejar um volume ou contorno a mais, é indicado o retorno ao consultório após um mês para a realização de retoques.

O preenchimento labial é um método definitivo?

Não. O tempo sobre o efeito do preenchimento labial varia e envolve alguns fatores como:

  • Idade;
  • Genética;
  • Tipo de preenchimento realizado.

Ou seja, casos onde a mulher já apresenta idade avançada e a pele contém muitas rugas e sulcos labiais, o efeito pode ser menor do que em uma mulher com pouco mais de 20 anos e que apenas realçou o volume dos lábios.

Em média, o efeito do preenchimento labial dura entre 12 e 18 meses, porém, mesmo quando os lábios começam a “murchar” ou perder o volume e contorno conquistado com o procedimento, a região continua a sendo estimulada e as substancias injetadas continuam agindo por até 3 anos.

É indicado aguardar até 2 anos para voltar a realizar um novo procedimento, evitando assim riscos de infecções na área e também para que não se perca o contorno/referência natural dos lábios, deixando uma aparência artificial ou desproporcional ao restante do rosto.

Como é realizado o procedimento?

O procedimento é realizado no próprio consultório médico e antes das aplicações é passado um gel anestésico, em conjunto, pode também ser aplicada uma anestesia local, igual as utilizadas em consultórios dentários.

O uso dos dois anestésicos juntos fica a critério do paciente e é combinado previamente com o médico.

A substância é aplicada através de uma fina agulha e, em geral, cada lado da boca recebe três “picadinhas” iguais. Durante os 10 primeiros minutos após injetar o ácido hialurônico, o médico realiza uma massagem na região para que o produto se espalhe de maneira uniforme e, também, para modelar e ajudar no formato e contorno dos lábios.

Feito isso, o ácido começa a agir e estabilizar na região aplicada. Nas primeiras 48 horas a boca apresentará inchaço e, em alguns casos, nos locais onde ocorrem as picadas da agulha podem surgir pequenos hematomas arroxeados.

Quais áreas podem receber as aplicações?

As regiões dos lábios que serão preenchidas ou que receberão as aplicações dependem do que será feito ou do que o paciente deseja com o procedimento e elas são:

  • Linha do vermelhão inferior e superior – para quem deseja dar volume aos lábios;
  • Contorno labial – para quem deseja subir um pouco o volume e harmonizar mais desenho dos lábios incluindo o chamado “arco do cupido” (as elevações que saem do nariz e em alguns rostos formam a chamada “boca de coração”);
  • Sob as rugas – para quem deseja eliminar as rugas ou sulcos de expressão localizados logo acima dos lábios; e
  • Parte interna – para quem deseja projetar mais os lábios. Nesse caso a aplicação é feita na parte interna dos lábios.

Para quem é indicado?

O preenchimento labial é um procedimento estético democrático e pode ser realizado por homens e mulheres em qualquer fase/idade da vida. Porém, há alguns perfis de pacientes onde a intervenção é mais indicada e aconselhada. E eles são:

  • Pessoas que apresentam lábios muito finos;
  • Pacientes com rugas labiais (código de barras);
  • Lábios desproporcionais – quando ou o lábio inferior ou superior é muito mais fino que o outro;

Contraindicações do preenchimento labial

É importante ressaltar, no entanto, que existem alguns pacientes que não podem receber o procedimento de preenchimento labial, devido ao seu histórico clínico médico permanente ou por causa de situações adversas momentâneas. Por exemplo:

  • Mulheres gravidas;
  • Mulheres lactantes;
  • Pessoas que sofrem de doenças autoimunes;
  • Pacientes com herpes labiais ativas; e
  • Pacientes que apresentem lesões labiais.

Quais os cuidados pós-preenchimento?

Apesar do preenchimento labial ser uma intervenção simples, é importante que após sair do consultório médico a pessoa tenha alguns cuidados, pelo menos, na primeira semana pós-preenchimento e especialmente nas primeiras 48h.

Então fique atento quanto aos cuidados abaixo:

  • Não sofrer qualquer tipo de impacto na boca;
  • Tomar o máximo de cuidado ao comer ou beber para que talheres ou copos não machuquem a região;
  • Não auto massagear os lábios no intuito de diminuir o inchaço, manchas roxas ou eliminar nódulos comuns durante o processo de cicatrização; e
  • Não se descuidar da higiene e assepsia bucal, tanto interna como externa. Manter hábitos rigorosos de higiene evita possíveis infecções.

Vale salientar que é necessário procurar um bom médico, qualificado e que atue com ética. Isso fará com que o procedimento seja feito da maneira correta, sem exageros, respeitando as linhas faciais de cada paciente e, acima de qualquer coisa, indique que o melhor é estabelecer uma harmonização facial sem deixar os lábios desproporcionais ao conjunto da obra.

Muitas vezes a paciente chega com uma ideia fixa ao consultório e cabe ao profissional indicar e orientar da melhor forma possível a escolha mais adequada para o seu rosto. O preenchimento facial pode mudar o rosto e a autoestima de uma mulher, mas se o profissional por trás não for qualificado pode transformar o sonho dos lábios perfeitos em pesadelo!

Não arrisque e nunca aceite realizar o procedimento com uma pessoa que não seja da área médica e que tenha experiência na realização do procedimento!

Este artigo foi útil para você? O que acha de marcar uma avaliação conosco? Garantimos que a sua autoestima vai melhorar significativamente depois dela!

Share: