Riscos e cuidados no pós-operatório de uma cirurgia plástica

pós-operatório

Uma cirurgia de sucesso se consolida nos cuidados do pós-operatório, seja ela de cunho estético ou não. Esses cuidados são essenciais em razão da condição de fragilidade em que o corpo do paciente se encontra. Há a preocupação de evitar uma infecção oportunista ou um dano no processo de cicatrização.

Vulnerável, com o sistema imunológico enfraquecido, a pessoa necessita se recuperar. Os auxílios dados ao corpo e ao emocional constituem os cuidados referidos. Dessa forma, os tecidos se recuperam, o sistema imunológico se fortalece e as forças se renovam.

Acompanhe este post e conheça abaixo as principais medidas que devem ser tomadas e as orientações que precisam ser seguidas.

1. Respeitar o período de repouso no pós-operatório

O repouso é a primeira condição de recuperação que se pode oferecer ao corpo debilitado e a mais natural de todas. O tempo de repouso, no entanto, será indicado pelo médico responsável pela cirurgia.

Do mesmo modo, haverá também a indicação de um período no qual os esforços comuns do dia a dia ainda devem ser evitados até que se consolide a recuperação total.

2. Ter uma boa alimentação

Os processos de recuperação do sistema de defesa do corpo e de regeneração dos tecidos necessitam dispor de determinados nutrientes para que se efetivem. Assim, uma boa alimentação, saudável e rica de nutrientes mais demandados pelo corpo em recuperação, será de grande valia.

A pessoa em pós-operatório precisa fazer uso do bom senso e evitar excessos. Adotar uma alimentação equilibrada, consumindo frutas e verduras em geral, leite e laticínios que já sejam de costume também é fundamental, além de corrigir a dieta habitual se ela não for saudável. É importante ressaltar, ainda, a necessidade de hidratação constante pela ingestão de água e sucos.

3. Obedecer às recomendações médicas

É preciso seguir as recomendações médicas conforme forem passadas e não achar que pode assumir o comando e não fazer o que tiver sido proibido para esse período. No fim das contas, é simples: seguir o que foi dito pelo médico, profissional capacitado para determinar as recomendações.

4. Cuidar da cicatrização

A boa hidratação do corpo é essencial para a cicatrização. A alimentação equilibrada iniciará a recuperação de dentro para fora, mas, para cuidar da parte externa, é preciso evitar esforços ou movimentos bruscos na região em processo de cicatrização para que não haja rompimento dos novos tecidos em formação.

Uma cicatriz leva, pelo menos, 45 dias para ficar estável. Portanto, não cuidar dela pode implicar alteração na estética, algo que o paciente não deseja, sobretudo após passar por uma cirurgia plástica.

5. Usar a medicação prescrita

Assim como as orientações médicas devem ser seguidas, fazer o uso correto da medicação prescrita para o pós-operatório é indispensável. Além disso, é proibido alterar o medicamento, a dosagem ou a periodicidade. O descuido com essas recomendações pode criar condições para um processo infeccioso que colocará em risco todo o trabalho, até então, bem-sucedido.

Fazer anotações, colocar lembretes no celular ou outras técnicas para ajudar a recordar os horários e fazer tudo conforme a prescrição médica são táticas bem-vindas.

Share: