Entenda a importância do pós-operatório no resultado final da cirurgia plástica

importância do pós-operatório

De acordo com a pesquisa mais recente da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica, mais de 1,22 milhão de procedimentos foram realizados no Brasil somente em 2015. Por isso, a importância do pós-operatório das cirurgias torna-se ainda mais essencial para que o paciente sinta-se satisfeito com o resultado do procedimento. Segundo a mesma pesquisa, as técnicas mais buscadas estão a lipoaspiração e o implante de silicone. Ambos visam melhorar a aparência e a autoestima dos pacientes.

Mas você sabia que o resultado final depende de outro fator? Trata-se do período pós-operatório. Mesmo que o paciente se sinta apto a voltar às atividades normais, ele deve ser respeitado minuciosamente.  

Se você quer saber mais sobre esse importante procedimento, continue a leitura e compreenda, de uma vez por todas, qual é a importância do pós-operatório no resultado final da cirurgia.

A importância do pós-operatório na aparência da cicatriz

O que se espera, após a realização de uma cirurgia, é que a cicatriz fique fina e plana, com coloração semelhante à pele onde se encontra.

No entanto, para que isso aconteça, é preciso que o profissional de saúde tenha cuidado na hora de realizar a incisão e fechá-la. De modo similar, o paciente precisa cumprir todas as orientações dadas pelo médico para o pós-operatório.

Por exemplo, mulheres que colocam silicone nas mamas devem evitar o esforço físico e qualquer ato que exija o levantar de braços acima da altura do ombro. Caso contrário, a pequena incisão pode abrir ou fazer com que o corpo rejeite o silicone e o encapsule.

Por isso, exige-se pelo menos 15 dias de repouso absoluto e é proibida a prática de atividades físicas durante dois meses.

Cuidados especiais no pós-operatório da lipoaspiração

É normal que, após uma intervenção cirúrgica, o paciente retenha líquido. Normalmente, em volume maior do que o corpo é capaz de drenar. Na lipoaspiração, esse excesso é ainda maior e pode causar dor e dificuldade circulatória.

Tendo em vista a melhora desse problema, a técnica chamada drenagem linfática é essencial para os pacientes submetidos à lipoaspiração e abdominoplastia. Isso porque ela ativa as placas estagnadas na região, responsáveis por causar edemas que resultam em dor, deformidade e inchaço.

Além disso, a drenagem linfática também possui importância no pós-operatório da blefaroplastia, mamoplastia, rinoplastia, mastectomia parcial ou total, ritidoplastia e hidrolipoaspiração.

A massagem realizada por fisioterapeutas também ajuda na redução da fibrose, remoção dos hematomas, nutrição celular, recuperação pós-operatória e aumento da hidratação.

A recuperação do organismo

Todo procedimento cirúrgico coloca o corpo em estado de estresse, o que enfraquece o sistema imunológico e aumenta os riscos de infecção. Os cuidados com o pós-operatório permitem que o paciente tenha uma recuperação completa e consiga alcançar os resultados que almejou quando decidiu intervenção.

Entre as práticas mais recomendadas no pós-operatório estão o repouso, o uso de pomadas cicatrizantes e curativos (especialmente em cortes), uma alimentação balanceada, medicamento para dor e inchaço, além de evitar ficar exposto ao sol e o uso de produtos inapropriados na região operada.

Pacientes que seguem todas as restrições e cuidados nesse momento têm menores chances de apresentar queloide, infecções, trombose, entre outras complicações.

Agora que você já sabe a importância do pós-operatório, assine a nossa newsletter e receba outros conteúdos relacionados!

Share: